Google Sites x WordPress: qual o melhor criador de sites?

Índice

O Google Sites e o WordPress podem oferecer a mesma solução, mas fazem isso de uma maneira bem diferente.

Nesse artigo vamos falar sobre esses dois populares construtores de sites, e conhecer os recursos, modelos e também vamos entrar na questão dos preços. Sem dúvida, o WordPress é o mais utilizado, pois tem um número quase infinito de plugins, o que ajuda muito no rankeamento do seu site.

Mas nem por isso devemos desconsiderar o Google Sites, que pode ser uma boa opção para pequenos projetos pessoais, como apenas para mostrar seu portfólio.

  1. Temas

O WordPress oferece mais de 500 temas gratuitos, e milhares de temas premium; O Google Sites tem apenas 13 temas, mas eles também são ótimos para o rankeamento. Ao contrário do wordpress, o Google sites diferencia modelos e temas. Para a plataforma, modelos se referem a páginas e layouts, já os temas dizem respeito aos outros elementos de design, como as imagens usadas e as cores.

O Google Sites disponibiliza 13 modelos clássicos, que são divididos nas categorias Pessoal, Trabalho e Educação. Mas você pode alterar todas as cores e imagens, mas não pode editar as configurações de design do seu site.

Modelos de negócios do Google Sites

Os modelos do Google Sites possuem já muitos recursos nativos, mas podem ser (depois de algum tempo de estudo, pesquisa e com certeza muitos erros) personalizados.

O WordPress oferece uma grande quantidade de temas, que você pode personalizar em um grau diferente, também no código raiz, dependendo da sua experiência. Atualizar para um plano Premium de algum tema ainda possibilitará a importação de temas já prontos em apenas um clique.

  1. Facilidade de uso / recursos

O Editor do Google Sites é simples, e muito bom para iniciantes, mas o WordPress oferece mais recursos, que vão do básico ao mais personalizável.

O Google Sites tem um editor arrastar e soltar intuitivo e muito fácil de usar. Você pode colocar um número ilimitado de páginas e posts, e criar diferentes modelos de páginas, através do botão inserir. Você também possui a opção de integrar o Google Analytics direto no site para analisar as estatísticas de suas páginas.

Cada bloco pode ser alterado individualmente, para deixar o layout da página do jeito que você pensou. Você também pode integrar recursos de outras plataformas, como do Youtube e do Twitter.

O WordPress pode ser facilmente aprendido, mesmo que pareça mais complexo num primeiro momento. Muitas aulas grátis mostram os principais recursos da plataforma em menos de uma hora no Youtube.

 

  1. Aplicativos e plugins

O Google Sites fornece Google Apps, mas eles podem competir com os plugins do WordPress? Dificilmente, mas ainda assim podem ajudar muito a melhorar os recursos da plataforma. Apresentação, vídeos do Youtube e a inserção de campos de troca de mensagens já podem ser colocados nas páginas feitas no Google Sites.

O WordPress possui uma comunidade muito grande desenvolvendo plugins, e se você já entrou para procurar algum plugin e não encontrou, talvez você não tenha procurado direito.

  1. Preços e planos

O Google Sites é gratuito, mas o WordPress oferece uma opção também gratuita muito boa.

O WordPress oferece um plano gratuito e quatro planos pagos: Pessoal, Premium, Business e E-commerce. Muitas pessoas já conseguiram todos os recursos que precisam no plano gratuito. 

O plano Pessoal custa R$ 12 por mês, e possui:

  •   Domínio gratuito por um ano
  •   Melhor hospedagem
  •   Remover os anúncios do WordPress.com
  •   Receber pagamentos
  •   Suporte por e-mail ilimitado

O plano Premium custa R$ 26 por mês, e conta com esses recursos:

  •   Domínio gratuito por um ano
  •   Melhor hospedagem
  •   Remover os anúncios do WordPress.com
  •   Receber pagamentos
  •   Suporte por e-mail ilimitado
  •   Suporte via chat ao vivo
  •   Obtenha receita com anúncios
  •   Temas premium
  •   Faça upload de vídeos
  •   Integração com o Google Analytics

No plano Negócios, que custa R$ 83 por mês, o número de recursos aumenta consideravelmente:

  •   Domínio gratuito por um ano
  •   Melhor hospedagem
  •   Remover os anúncios do WordPress.com
  •   Receber pagamentos
  •   Suporte por e-mail ilimitado
  •   Suporte via chat ao vivo
  •   Obtenha receita com anúncios
  •   Temas premium
  •   Faça upload de vídeos
  •   Integração com o Google Analytics
  •   Plugins e funcionalidades estendidas para você instalar no seu site, com acesso a mais de 50 mil plugins do WordPress
  •   Ferramentas de otimização para mecanismos de busca (SEO, na sigla em inglês) avançadas
  •   Backups automatizados do site e restauração em um clique
  •   Acesso ao banco de dados e ao SFTP (Protocolo de Transferência de Arquivos SSH)

No plano Ecommerce, a ferramenta disponibiliza todos os recursos possíveis, por R$ 149 ao mês:

  •   Domínio gratuito por um ano
  •   Melhor hospedagem
  •   Remover os anúncios do WordPress.com
  •   Receber pagamentos
  •   Suporte por e-mail ilimitado
  •   Suporte via chat ao vivo
  •   Obtenha receita com anúncios
  •   Temas premium
  •   Faça upload de vídeos
  •   Integração com o Google Analytics
  •   Plugins e funcionalidades estendidas para você instalar no seu site, com acesso a mais de 50 mil plugins do WordPress
  •   Ferramentas de otimização para mecanismos de busca (SEO, na sigla em inglês) avançadas
  •   Backups automatizados do site e restauração em um clique
  •   Acesso ao banco de dados e ao SFTP (Protocolo de Transferência de Arquivos SSH)
  •   Aceite pagamentos em mais de 60 países
  •   Integrações com as principais transportadoras
  •   Opções de design premium para lojas online

 

  1. Suporte

O Google Sites tem uma Central de Ajuda em português, mas não espere um suporte rápido. Por outro lado, existem muitos artigos e perguntas já respondidas disponíveis na sua base de conteúdo.

Já o WordPress conta com uma base de conteúdo muito maior, mas também peca por não oferecer uma plataforma de tickets rápida. Mas temos também que considerar que existe uma grande demanda de relatos passados todos os minutos, pois quase 40% de todos os sites do mundo utilizam essa plataforma de CMS.

Um vencedor claro: WordPress

O WordPress supera o Google Sites pela sua maior quantidade de recursos e de informações. Embora você precise de algum tempo para conhecer e aproveitar o máximo do que o WordPress pode oferecer, ele possui tantos recursos que você poderá integrar quase tudo no seu site.

Por outro lado, o Google Sites é gratuito e extremamente fácil de usar, mas não é a melhor opção para quem deseja brigar nos mecanismos de busca, e quase sempre é uma opção válida para quem deseja apenas mostrar o portfólio de projetos já feitos.

O WordPress não é apenas o vencedor nesta comparação – ele é considerado por muitos especialistas o melhor gerenciador de conteúdo do mundo.

Perguntas frequentes

O que é mais barato, Google Sites ou WordPress?

O Google Sites é gratuito todos os seus recursos disponíveis, mas é bastante limitado. O WordPress também conta uma versão gratuita, mas você assina um plano pago se quiser algum modelo premium e ter acesso a todos os e plug-ins disponíveis. Se você decidir mudar para um plano pago no WordPress, poderá aproveitar alguma campanha de descontos.

Como decido qual construtor de sites é o melhor?

Tudo depende das necessidades do seu projeto, se você deseja brigar pelas primeiras posições dos mecanismos de busca, ou se deseja apenas demonstrar para seus possíveis clientes os trabalhos já realizados. O Google Sites é adequado para pequenos projetos pessoais, e pode ser configurado rapidamente, enquanto o WordPress funciona melhor para empresas profissionais, que desejam uma série de recursos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Outros Posts

Criação de Sites Profissionais

Site Legal Fibra – Provedor de Internet

O sonho de qualquer empresa é ter sua presença reconhecida na Internet, mas… Algumas ainda não a têm, pois não possuem um site. Se esse

o-que-sao-cookies-na-internet
Sem categoria

O que são Cookies na internet?

O que são Cookies na internet? Cookies são arquivos de texto muito pequenos, colocados no seu computador por um servidor da Web, quando você visualiza