10 métricas básicas do Google Analytics

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Em tempos de marketing digital, ferramentas de métricas são imprescindíveis. E, atualmente, uma das melhores disponíveis no mercado é o Google Analytics.

De fato, para aqueles que já são iniciados no ramo, já ficou claro que não basta realizar estratégias de marketing na web. É necessário estar certo de seu real impacto. E aqui entra a alternativa oferecida pela Google.

Com o intuito de falar mais detidamente sobre esse poderoso instrumento, preparamos um conteúdo especial para você. Acompanhe!

O Google Analytics e suas métricas: O que são e para que serve

Conforme já mencionamos, de nada adianta ter um negócio na web e não monitorar sua performance. E fazer esse tipo de análise sem um instrumento adequado pode ser inviável, tendo em vista as múltiplas varáveis envolvidas.O instrumento do qual falamos aqui é um dos mais utilizados em todo o mundo e um dos mais completos.

Essa ferramenta integra a plataforma de marketing do Google e foi lançada no ano de 2005. Com ela, é possível medir o impacto e os resultados das estratégias desenvolvidas. Trata-se, pois, de uma ferramenta de web analytics. Esse termo refere-se a toda análise de informações sobre a experiência de visitantes com a finalidade de aperfeiçoamento dos sites.

O objetivo é óbvio: fazer com que essa experiência seja cada vez melhor a fim de proporcionar maiores retornos das páginas. Essa análise é possível por meio de recursos que permitem a leitura, o monitoramento e a avaliação de estratégias e ações de marketing digital. Assim, mensura-se o alcance das campanhas e quais as iniciativas que dão mais resultados (o que contribui com a assertividade das campanhas). A objetividade das campanhas fica, então, mais certa, garantindo-se um retorno do investimento.

Com o Google Analytics, pode-se obter dados referentes a número e duração das visitas, à localização dos seus usuários e a páginas mais visitadas. Falaremos sobre algumas dessas informações a seguir.

10 Métricas básicas 

1 – Relatórios: a ferramenta disponibilizada pela Google dispõe de vários tipos de relatórios, separados por categorias.

2 – Usuários: trata-se da quantidade de visitas que seu site recebeu mensuradas a partir de determinado filtro de tempo.

3 – Page-views: diz respeito ao número de páginas que foram visitadas em seu site.

4 – Duração da sessão: esse recurso diz respeito ao tempo que cada usuário permanece em seu site, o que auxilia na detecção de problemas, permitindo o aperfeiçoamento.

5 – De que páginas se originam os acessos: por meio desse recurso, pode-se medir a eficácia de campanhas de anúncios feitos no Google ou em outros sites.

6 – Localização dos usuários: permite ver a origem dos visitantes de seu site, o que é útil caso o administrador pretenda expandir seu negócio.

7 – É possível saber em que dias e horários um site gera mais tráfego, o que pode fazer com que a divulgação de uma campanha chegue a mais pessoas.

8 – Páginas com maior número de visitas: permite saber quais são as páginas mais visitadas em um site.

9 – Taxa de rejeição: representa uma visita em um site que não gerou nenhuma interação, o que pode indicar a necessidade de melhorias.

10 – Permite ainda que se possa saber por meio de quais dispositivos os usuários entram em um site.

Acessível a todos

Essa ferramenta, ao contrário do que se possa pensar, apresenta dados de forma que estes possam ser facilmente compreendidos. Suas métricas são claras e objetivas.

Nos dias atuais, o Google Analytics é um dos recursos mais utilizados por profissionais do marketing digital.

E você, é um usuário dessa ferramenta? Como ela lhe auxilia em suas campanhas e ações? Conte-nos!

Deixe sua opinião, nos ajude a melhorar!